Original Article: The Best Air Purifiers Under 1,000 RMB: MY TEST RESULTS

Author: Richard Saint Cyr MD

Os Melhores Purificadores de Ar Abaixo de 1000 RMB: Os Resultados do Meu Teste

Quanto você está disposto a pagar em um purificador de ar? Aqui na China expatriados estão tão acostumados com purificadores de ar escandalosamente caros que ficamos suspeitos se encontramos algo abaixo de 4,000 RMB – o que ainda seria mais caro que qualquer modelo de alta qualidade na América ou Europa. Porém, acabei de terminar de testar meia dúzia de modelos abaixo de 1,000 RMB, e agora estou convencido que o mercado de menor preço pode oferecer excelente valor.

Testei vários purificadores de ar durante meus oito anos em Beijing, e honestamente pensei (ou esperei?) que tivesse acabado com os testes. Mas recentemente fui diagnosticado com asma, o que realmente me deixou tão bravo quanto assustado. Em meus esforços ansiosos de controlar meus sintomas, decidi intensificar minha proteção de poluição do ar em todos os lugares: joguei fora minhas máscaras e agora apenas uso N99 ; e reavaliei totalmente a proteção em casa e no trabalho. Meu objetivo permanece em ter 100% da minha exposição diária a PM2.5 abaixo da metal mais saudável de 10 ug/m3 (AQI < 50), a meta oficial de WHO sobre o qual eu falei sobre ano passado e sobre a qual sinto fortemente que deveria ser o objetivo de todos. Passei grande parte de janeiro testando mais de meia dúzia de pequenos purificadores de ar, todos abaixo de 1,000 RMB, para avaliar quais máquinas seriam melhores em cômodos pequenos, incluindo meu escritório assim como meus quartos.

Primeiro, um plano de fundo

Irei repetir o que eu disse antes:

Partículas e tamanhos


Tudo que você precisa é um bom filtro e um ventilador forte .Literalmente! Filtro + ventilador. Um filtro decente é, de longe, a prioridade, esperançosamente oficialmente certificado como um filtro de Capacidade de Retenção de Partículas Altamente Eficiente (HEPA ), o que nos EUA significa uma eficiência de 99.97% contra PM0.3; a terminologia dos EUA é muito mais confusa, permitindo classificações do HEPA de 85% até quase 100% (mais sobre isso depois). PM0.3 é abreviação para “matéria particulada de 0.3 microns de tamanho” que é essencialmente poeira microscópica 10 vezes menor do que PM2.5; é sobretudo considerado o tamanho mais perigoso que penetra mais facilmente em nossos pulmões, causando maior dano.

Embora um bom filtro seja crucial, na verdade, não é extremamente fundamental apenas ter o melhor e mais incrível filtro de HEPA, com múltiplos 9 que impressionam e sobrecarregam o consumidor. Sim, esse nível de filtração é totalmente legal, mas aqueles 9 extras muito possivelmente são clinicamente irrelevantes e apenas adicionam custo, não valor. Igualmente, se o ventilador suga fracamente e não está circulando o ar do seu quarto pelo menos 5 vezes a cada hora (conhecido como ACH, “ Mudança de Ar por Hora “), então a máquina total não é boa. Uma máquina com um filtro HEPA de 99.9999% porém com um pequeno ventilador pode limpar o ar com menos eficiência do que um filtro de 85% com um enorme ventilador.

O mesmo conceito filtro+ventilador aplica-se para nossas máquinas muito caras que muitos de nós, incluindo eu, usam em nossos lares para quartos grandes. Se eles estão todos zumbindo em um som mais baixo e de velocidade tolerável, então o fluxo de ar é muito menos eficiente do que sua Taxa de Entrega de Ar Limpo (CADR) anunciada, que refere-se a configuração máxima de seu ventilador – mais provavelmente não a velocidade que você sempre utiliza. Assim, a poluição do seu quarto pode ser muito mais alta do que você pensa. CADR é um teste habilidoso criado pela indústria, não uma agência de saúde, e a configuração máxima de uma máquina é normalmente incrivelmente alta e que ninguém usa para casos diários, especialmente em quartos. O teste CADR, na verdade, é apenas baseado em 20 minutos de dados! É um teste totalmente impraticável para consumidores na China visto que não nos diz nada sobre como usamos todas essas máquinas aqui na China – sempre ligadas, 24/7, no mínimo, velocidade mais silenciosa que não impede conversações ou dormir. Eu realmente não me importo se uma máquina destrói todo o pólen e bactéria do ar; quero saber se uma máquina irá me proteger de morrer da exposição a longo termo de pequenas partículas como fumaça e poeira – em um nível de barulho que não me deixe louco. Esse é o dado que precisamos – e, claro, não temos, pelo menos não dos fabricantes dos anúncios.

Ar inteligente contra marcas famosas

Toda máquina boa e cara é literalmente apenas um filtro incrível de HEPA com um ventilador forte. E isso é tudo que você precisa – esqueça a besteira sobre ionizadores e luz ultravioleta. Uma boa máquina não tem que ser acima de 1,000 RMB, como Thomas Talhelm provou ano passado com seu purificador de ar revolucionário para o consumidor faça-você-mesmo por 200 RMB. Sua primeira máquina foi um filtro HEPA pronto-para-uso de 90 RMB coberto com uma tira de velcro no topo de um ventilador de plástico barato. E em seus testes – que eu confirmei por conta própria – até funcionava bem, ou melhor do que máquinas muito mais caras (veja seus dados na direita). E por que não iria? Seu filtro HEPA, se você segurar um monitor de partículas sobre ele, filtra 100% de ambos PM2.5 e PM0.5; apenas IQAir teve resultados perfeitos semelhantes em meus testes. Você pode não estar pronto para os modelos desajeitados de Thomas de Smart Air no seu quarto, mas uma vez que você revisar seus dados, certamente estará muito mais aberto à ideia que uma vez foi herética de que um purificador de ar pode ser efetivo e acessível.

As máquinas

Quando primeiro cheguei em Beijing há mais de oito anos atrás, havia apenas poucas escolhas de purificadores de ar. Agora centenas de novos modelos tomaram conta do mercado nos últimos anos, e eu estou tão sobrecarregado quanto você quando procuro nos sites de compra chineses. Há também uma quantidade muito pequenas de testes independentes ou revisões ( eu escrevi sobre um aqui , e outro aqui ). Minhas prioridades de busca eram: preços abaixo de 1,000 RMB; marcas internacionais famosas > modelos chineses; filtros classificados HEPA ou muito próximos; ventilador com classificação do fluxo de força (CADR) pelo menos equivalente ao que meu escritório precisava (que é VOLUME DA SALA x 5 ACH; assim 21 m3 × 5 = 105 m3/fluxo de ar por hora). Outro adicional real era a habilidade de filtrar formaldeído ou COVs, mas isso não era minha prioridade. Pré-filtros separados também são úteis – mas incomuns nesse preço. Escolhi esses:


Midea, Panasonic, Philips


  • Smart Air Original : 200 RMB; filtra 99.9% de PM0.3; CADR desconhecido; cobre 11 – 20 m2
  • Air-O-Swiss P320 : 699 RMB; filtra 99.97% de PM0.3; CADR 86 m3/h, cobre 16 m2
  • Panasonic F-30C3PD-D : 599 RMB; filtra 99% de PM0.3 e 89% formaldeído; CADR 163 m3/h, cobre 30m2
  • Philips AC4025 : 699 RMB; filtra 91.2% de PM0.3 e 95% formaldeído; CADR 204 m3/h, cobre 20 m2
  • Midea KJ20FE-NH3 : 750 RMB; Filtra 99,9% de PM0,3 e 87% de formalde�o; CADR 204 m3 / h, cobre 20 m2
  • Xiaomi : 899 RMB (ou 1,000 – 1,200 RMB em sites revendedores); filtra 99.3% de PM0.3 e 91% fomaldeído; CADR 406 m3/h, cobre 48 m2


Os Resultados do Meu Escritório

Meu escritório clínico foi o principal local de teste, um espaço quadrado aconchegante de 9.6 metros quadrados (volume 21.3m3). Para espaços menores, um grande Blueair ou máquinas principais semelhantes seriam excessivamente caras e tomariam espaço valioso do andar; assim minha necessidade de testar modelos menores. Testei essas máquinas ao longo das minhas pausas para o almoço, em velocidade máxima com as portas fechadas, normalmente após encher a sala com ar externo e então fechando a janela. Meus pontos chave de dados eram em 10 minutos e uma hora (50 minutos), medindo a queda de porcentagem em PM2.5 e PM0.5 usando meu monitor de partículas completamente válido por seu custo Dylos 1700  . Durante o resto do dia de trabalho eu mantinha-os em suas configurações padrões e mais silenciosas e fazia checagens aleatórias. Os resultados estão todos em uma tabalho abaixo, mas os pontos a se considerar são:

  • Todas as máquinas foram geralmente efetivas no meu índex chave de PM2.5 em 50 minutos de velocidade máxima: reduções PM2.5 classificadas de 88-94%.. Alguns chegaram lá um pouco mais rápido, e em 10 minutos o ventilador claramente maior de Xiaomi com certeza mostra isso, já limpando 88% de PM2.5 com resultados semelhantes para PM0.5. Novamente isso mostra a importância de ventiladores tanto quanto dos filtros, e o CADR de 406 m3/h de Xiaomi é o dobro do tamanho do competidor mais próximo, o Midea.
  • O Xiaomi precisa ser esclarecido: seu botão de velocidade máxima apenas dura 15 minutos e então reverte para o automática, então seus dados relativamente mais baixos de 50 minutos é mais difícil de comparar aos outros porque apenas os primeiros 15 minutos estão no máximo. Mas considerando como em 10 minutos no máximo foi o líder, pode-se assumir que faria ao menos tão bem se tivesse continuado no máximo.
  • O Air-O-Swiss claramente foi o modelo menor, com um CADR de 86 m3/h nem próximo do 105 que eu precisava, e mostra isso nos resultados. Mas, ainda assim, não foi tão ruim. Muito provavelmente o modelo maior de 350 seria mais prestativo – mas excedia minha regra de preço arbitrário abaixo de 1,000 RMB.
  • Ambos Panasonic e Philips foram razoavelmente bem – é realmente lamentável que o laranja berrante da Panasonic torna totalmente não-profissional para eu considerar usá-lo. O verde da Philips é mais aceitável, principalmente para um quarto de criança, mas ainda não é ideal.
  • O Midea é um modelo preto e branco muito bonito, algo que eu não estava envergonhado de mostrar no escritório, diferentemente dos dois acima. Seu tamanho maior e velocidade do ventilador também foram comprovados nos resultados geralmente bons, principalmente com PM2.5.
  • O Smart Air Original – o filtro e ventilador faça-você-mesmo de 200 RMB – funcionou pelo menos tão bem visto que é o mais caro de sua coorte, apesar de ser um pouco menos com o PM0.5. Não tem uma aparência profissional suficiente para eu usar, mas ainda é um ótimo valor para estudantes e afins, e é bem melhor do que não usar nenhum ( leia minha resenha prévia ).
  • Níveis de barulho em velocidade máxima não seriam toleráveis o dia todo para nenhuma das máquinas, mas em seus níveis mais silenciosos, todas são aceitáveis para um escritório.

Resultados de Purificador de ar — Escritório (21 m3)

Meus preferidos: Decidi testar Xiaomi, Midea e Philips em casa para ter mais 8 horas importantes de resultado. Realmente gostei da capacidade claramente maior de Xiaomi graças a seu enorme ventilador, sem mencionar seu visual muito mais requintado e elegante, assim como seu tamanho pequeno. Também pensei que Philips e Midea foram aceitáveis e não muito fora de lugar para um escritório.

Os Resultados do Meu Quarto

Xiaomi, encontre Blueair

Sempre usamos máquinas excessivamente grandes em nossos quartos, um Blueair 503 e IQAir Pro 150, e eu pensei que agora seria o momento perfeito para desafiá-los contra modelos menores e mais baratos (parecido com meu teste de Philips ano passado). Esse teste foi diferente dos meus testes anteriores, os quais tinham sempre comparado ar interior e exterior. Desta vez eu queria ver a eficiência após 8 horas, especialmente depois de um desafio padrão de encher o cômodo com partículas, fechando as portas e monitorando continuamente enquanto nós dormíamos. Meu teste de partículas usa óleos essenciais em um vaporizador, que pode elevar os níveis de poluição da casa inteira surpreendentemente rápido. Um teste secundário foram os dados brutos da hora final: manteve o ar interior na zona verde a maior parte do tempo?

Todas as máquinas desta vez foram usadas nas configurações mais silenciosas, não no máximo como os testes do escritório. Grande parte dos testes foram feitos no quarto maior principal, que com 40 m3 (16 m2) precisa de um fluxo de ar de 200 m3/hora. O quarto menos é de 23 m3 (10 m2) e precisa de um fluxo de ar > 115 m3/hora.

Apenas por diversão, também comparei esses contra um Airgle AG800 , uma máquina muito maior cujo fluxo de ar imenso de 763 m3/h facilmente deveria limpar o ar em tais quartos pequenos mesmo em velocidades de ventilador menores.

Os resultados, por favor

  • Em uma marca crucial de 8 horas , a maioria das máquinas funcionou muito bem. Para PM2.5, Blueair liderou com 99.9%, apenas beirando o modo de sono de Xiaomi em 99.8%, com a maioria dos outros com alcances muito próximos em 98-99%. Para o menor PM0.5, Blueair novamente liderou com 99.9%, aproximadamente seguido por Philips em 99.6 e Xiaomi em 99.5%
  • Para uma limpeza a curto prazo dentro de 1 hora , o Airgle foi muito bem como você esperaria pelo seu enorme ventilador, projetado para quartos muito maiores. Contrariamente, as máquinas orçamentadas de Xiaomi em modo automático e a Midea em velocidade baixa também foram muito bem. (Mas Xiaomi em modo automático vem com um certo custo, em suas velocidades mais altas para combater o incenso é um pouco mais alto e temporariamente tira um pouco de atenção. E a Midea em velocidade baixa é um pouco alto demais para dormir; felizmente o modo mais silencioso também resultou muito bem.)
  • Outra métrica útil são os dados brutos da hora final (partículas por pé cúbico/100): : Meu objetivo para PM2.5 é sempre ter o dado de Dylos abaixo de 50, que é aproximadamente equivalente a 10 ug/3 (ou AQI< 50). A boa notícia é que todo alcance final de máquinas foram muito abaixo de 50, incluindo ambos modelos mais baratos. Para o controle mais complicado de menor PM0.5, a meta é um pouco menos clara, mas Charlie Thompson da minha companhia ambiental de testes Garantia de Ambiente concorda que Dylos PM0.5 abaixo de 1,000 é o melhor equivalente para AQI< 50. Usando esse corte, ambos Philips e Blueair foram extremamente bem, seguidos novamente por Midea e então Xiaomi em terceiro. As máquinas maiores de Airgle e IQAir surpreendentemente tiveram alguns dados acima de 1,000 – as únicas máquinas a o terem.
  • Em performance geral , todas as três máquinas mais baratas certamente se mantiveram, e nenhuma delas foi obviamente inferior nem mesmo em relação às máquinas maiores. A Midea postou dados impressionantes mesmo em modo muito silencioso de sono. A Xiaomi também funcionou muito bem a longo termo e também foi a melhor com limpeza de ar a curto prazo quando em modo automático. A Philips também funcionou muito bem com alguns dados crus muito baixos (mas o ar exterior também estava bom aquela noite, o que ajuda um pouco). Para as três máquinas maiores e muito mais caras, que no papel deveriam ter superado sua competição mais barata, apenas a performance de Blueair pareceu obviamente mais forte, com os dados brutos mais baixos de todas as máquinas em ambos tamanhos de partículas.
  • CORREÇÃO 18 de março novos dados do incrível Dylos FAQ em aqicn.org sugerem que o número no lado esquerdo, PM0.5, na verdade é mais representativo do verdadeiro PM2.5 e o número do lado direito representa PM10. Outro dado sugere que meu objetivo PM0.5 de 1,000 equivale em AQI de 18 que, na verdade, é um pouco excessivo; em 3,000 iguala ao AQI de 53, logo acima da “zona verde” de 50 (que equivale a PM2.5 concentração de 12 nos EUA). Então, qualquer coisa abaixo ~2,500 parecem todos estar na zona verde – que são ótimas notícias visto que todas as horas finais de meus dados brutos para PM0.5 foi abaixo de 2,00 e frequentemente muito menos).

Resultados de Purificador de ar — Quarto (40 m3)

Minhas escolhas

Para meu escritório, minha decisão foi bastante fácil: decidi ir com Xiaomi devido a performance, preço e aparência profissional. A Midea não é uma má segunda escolha.

Para os quartos, minhas decisões foram muito mais difíceis. Visto que eu já tinha máquinas, precisaria de uma razão muito boa para substituí-las. Para o novo quarto, decidi usar Xiaomi. Para nossos outros quartos, ainda estou decidindo, mas sei que irei substituir o IQAir e possivelmente também o Blueair com ou o Midea ou o Xiaomi.

Devo falar um pouco mais sobre o purificador de ar de Xiaomi, que apenas está no mercado há três meses, mas claramente pode ser muito prejudicial a indústria devido a seu design inovador e preço incrível. Uma coisa muito legal sobre Xiaomi que o separa de todas as outras máquinas é seu aplicativo; suas máquinas têm Wi-Fi embutido que você pode ligar dentro de um aplicativo no seu smartphone e controlar a velocidade assim como conseguir dados em tempo real da poluição dentro do quarto, comparando com a poluição externa (baseado nos dados de MEP de hora em hora na China). Esse aplicativo ainda envia um SMS ao seu telefone dizendo “o ar exterior agora está limpo e melhor do que o interior, é hora de abrir as janelas”! Também dá uma estimativa em tempo real da vida restante do filtro. É realmente legal, mesmo se um pouco engenhoso – mas essa é minha primeira incursão na explosão do “lar conectado”, o fenômeno de eletrodomésticos inteligentes e habilitados de Wi-Fi, e posso definitivamente ver o valor em tais dados.

Mas eu também tenho algumas ressalvas quando a Xiaomi, principalmente porque é uma companhia nova conhecida mais no mercado de telefones celulares por valor, não tanto pela boa qualidade. O filtro HEPA deles é anunciado como H11 , o qual eles afirmam ser 99.3% eficiente, que não é a classificação mais alta de melhor qualidade HEPA de 99.97%; mas claramente o enorme ventilador deles compensa por isso, o que conta para seus resultados essencialmente similares, ás vezes superior, comparando às outras máquinas mais caras. Como eu disse antes, é uma combinação de ventilador+filtro que é a chave.

Outro ponto negativo sobre Xiaomi é a novidade da máquina. Visto que o purificador de ar tem apenas alguns meses de idade, não há histórico sobre manutenção ou reputação. Também é extremamente difícil comprar no site deles devido às técnicas muito incomuns de comercialização venda-direta; você não pode apenas pedir, você tem que clicar em “reservar” e então na terça feira ao meio dia você e milhares de outras pessoas retornam ao website para comprar, quem vem primeiro, compra primeiro. Tentei duas vezes e eles estavam esgotados dentro de um minuto, então eu fui forçado a usar revendedores terceirizados em Jingdong  e Tmall  - remarcados, claro. Essa disponibilidade limitada realmente me incomoda – e se o refil do filtro se tornar difícil de encontrar?

Essas incertezas são a principal razão pela qual eu não quis substituir minha casa inteira com Xiaomi; de outra maneira, o preço e valor que oferecem são  exatamente o tipo de inovação disruptiva que o mercado de purificadores de ar na China desesperadamente precisa.

A Conclusão (Finalmente!)

Para resumir, espero ter demonstrado que há, de fato, muitos purificadores de ar por muito menos que 10,000 RMB que podem ser perfeitamente adequadas para as necessidades de um quarto pequeno. Talvez modelos de 1,000 RMB sejam um pouco fracos, e por 1,500-3,000 vocÊ consiga um ventilador e filtro mais forte, principalmente de empresas internacionais com longos históricos, como Panasonic ,  Philips ,  Westinghouse  e outros.

Por favor note que meus testes deveriam servir como um guia, não uma recomendação rigorosa, para sua própria decisão. Também espero que muitos leitores também testes suas máquinas e compartilhem seus resultados com outros, como Thomas faz . Minha principal esperança é que pessoas que atualmente não usam qualquer máquina, principalmente devido ao custo, irão agora perceber que elas têm muito mais opções do que previamente pensaram.